quinta-feira, 24 de julho de 2014

bolachas salgadas com sementes

este blog surgiu porque um grande grupo de amigos gosta de comer e sobretudo de arriscar.

mas tenho uns amigos muito preguiçosos... a ideia era poder alimentar este blog a várias mãos e eu nem sempre consigo cozinhar, fotografar, escrever e comer.

esta receita veio de um almoço em casa de uns amigos e a G. passou-me o testemunho.

fáceis e rápidas de fazer e extremamente saborosas.


ingredientes : 900 gr de farinha (usei de trigo), 90 gr de manteiga, 1 cálice de leite, 10 gr de azeite, sal e as sementes que desejar.

numa tigela juntar a farinha, a manteiga, o leite e o azeite até formar uma bola. enrolar em película e refrigerar por 1 hora.
estender a massa sobre uma folha de vegetal (serve para levar ao forno). use a película para ajudar a não se colar ao rolo da massa. estenda até ficar bem fininha.
corte quadrados e polvilhe com as sementes e sal grosso qb.
leve ao lume por 10 a 15 minutos.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

tarte de cogumelos, espinafres e queijo mascarpone




esta receita é muito fácil e passa muito pelo paladar de cada um, por isso apenas ficam os ingredientes e a entrada deles na receita.

saltear os cogumelos em azeite e temperá-los a gosto. eu usei sal, pimenta e alho. prove e estão no ponto certo se achar que os podia comer assim sem mais nada.

coza previamente os espinafres (a quantidade também varia consoante o gosto de cada um) e junte aos cogumelos deixando que salteiem um pouco afim de ganharem algum gosto.

por fim junte uma embalagem de queijo mascarpone e envolva bem.

eu usei uma embalagem de massa quebrada já preparada, mas se tiver tempo seria melhor fazer uma caseira.

enrolar como se fosse um pastel de massa tenra gigante, pincelar com uma gema de ovo e polvilhar com sementes de chia.

a falta da fotografia final deve-se à rapidez com que foi consumida

sexta-feira, 14 de março de 2014

bolo de limão com sementes de papoila



ingredientes | 3 colheres de sopa de leite | 3 ovos grandes | 1 e ½ colher de chá de extracto de baunilha (eu usei raspa da própria vagem) | 1 e ½ chávena de farinha sem fermento peneirada | ¾ chávena de açúcar | 1 colher de chá de fermento | ¼ colher de chá de sal fino | 1 colher de sopa de raspas de limão | 3 colheres de sopa de sementes de papoila | 185 gramas de manteiga sem sal amolecida

numa tigela misturar leite, os ovos e a baunilha. 

numa segunda tigela misturar todos os outros ingredientes à excepção da manteiga. envolver bem por cerca de um minuto.

misturar a manteiga amolecida neste segundo preparado com meia porção do primeiro. agora já pode usar a batedeira e aos poucos incorporar o resto do primeiro preparado.

levar ao forno a 180ºC até estar cozido.


fazer uns furos e embeber o bolo com calda de limão previamente preparada.

a receita retirada da extinta Blue Cooking não leva glacé, mas depois de provar um pedacinho decidi fazer um glacé bastante leve (mais sumo de limão do que açúcar confeitado.

depois de ter experimentado a laranja cristalizada e porque vi uma amiga (Rita) fazer o mesmo com o limão, decidi dar-lhe um toque final, não é a cereja no topo do bolo, mas corações de limão.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

florentinos ou uma espécie de




quando digo que são uma espécie de florentinos, porque a sua forma original é mais redondinha e estes ficaram mais em forma de bolacha.

a segunda experiência aproximavam-se da sua forma original e no entanto gostei mais da textura das primeiras.

60 gr de manteiga sem sal | 60 gr de açúcar amarelo | 60 gr de mel | 60 gr de farinha sem fermento | 40 gr de frutos secos variados | 40 gr de mirtilos secos | 60 gr de sultanas | 40 gr de amêndoas laminadas | 40 gr de nozes picadas | 80 gr de chocolate preto

coloque a manteiga, o açúcar e o mel num tacho e leve ao lume até levantar fervura. mexer até o açúcar estar completamente dissolvido.

acrescente a farinha e os frutos secos até estarem bem incorporados. deixar arrefecer um pouco e moldar bolinhas com o tamanho de uma noz.

levar ao lume por cerca de 15 minutos. deixar arrefecer.

derreter o chocolate em banho maria e deitar por cima das bolachas. deixar solidificar numa grelha.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

queque mármore


volta e meia lá vem estes queques à baila. a primeira vez que vi esta receita deixei-me encantar pela fotografia.

originalmente feitos com nutella, a nossa versão é feita com o Nestlé Gold.

de mármore têm pouco porque uma mão pequenina não misturou o suficiente.

140gr de margarina adicionada a 3/4 de uma xícara de açúcar. misturar até obter um creme leve e fofo. adicionar 3 ovos. bater entre cada adição
juntar 1 3/4 de farinha, 1 colher de chá de fermento e uma pitada de sal.

à parte juntar 1/2 xícara de leite com 5 colheres de sopa de chocolate em pó.

colocar em formas de papel em duas etapas. a primeira mistura e reservar uma parte para adicionar o chocolate. em seguida colocar uma colher se sobremesa em cada forma e mistura com um palito.

ficam húmidos e sabem tão bem

adoçar a vida

sábado, 23 de novembro de 2013

batatas gratinadas



simples e que confere a um prato de carne outro acompanhamento.

fatiar as batatas em lâminas finas. à parte adicionar uma boa porção de azeite com 2/3 dentes de alho (depende se o alho tiver um sabor bastante forte) e passar tudo na varinha mágica.

pincelar formas de queques com este preparado e dispor por camadas as batatas pincelado uma a uma. ir adicionando sal. terminar com tomilho fresco (podia ter levado mais)

levar ao forno a gratinar

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

pão com passas



mais do que ser uma receita elaborada (porque não o é), é o tempo de espera que nos faz pensar se compensa o crime (ver aqui)

numa tigela colocar 1 1/2 caneca de água morna e cerca de 10gr de fermento de padeiro. dissolver.

em seguida juntar 2 3/4 de farinha de trigo | 1 colher de sopa de azeite | 1 colher de sopa de açúcar | 1/2 colher de chá de sal | | 1/2 colher de chá de canela |
1/2 caneca de passas (atenção que não tenham grainhas)

não há necessidade de amassar, basta envolver tudo muito bem e colocar num recipiente tipo forma de bolo inglês previamente untado e deixa leveda por cerca de 1 hora num local quente.

com película aderente forrar a forma e levar ao frigorífico durante a noite.

meia hora antes de levar ao forno retirar do frigorífico, manter coberto à temperatura ambiente. levar ao forno por cerca de 30 minutos (algumas considerações aqui

domingo, 3 de novembro de 2013

flores de outono




gosto destas tartes de maçã reineta pelo toque ácido conferido pelo fruto.

com a mesma base das tartes e o mesmo polme (maçã, açúcar amarelo e muita canela), as variações acabam por ser muitas.

resolvi experimentar fazer estas flores de outono em que usei a casca da maçã, previamente lavada, o que lhe deu ainda mais sabor.

rematei o olho com arandos vermelhos e um fio de açúcar em ponto de caramelo.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

brownie cookies


o céu cinzento ameaçava chorar, continha-se. a casa pedia mimos, calor e chocolate.

fáceis de fazer e para quem quer deixar de comprar bolachas de pacote são a receita perfeita.

derreta em banho maria, num recipiente refratário, 200g de chocolate de culinária com 100gr de manteiga. Quando estiver homogéneo junte uma colher de sopa de cacau em pó. deixe arrefecer até à temperatura ambiente.

à parte bata dois ovos inteiros, 1/2 xícara de açúcar branco em pó e uma pitada de sal. envolva à primeira mistura.

adicione de seguida 2 xícaras de farinha, 1 colher de chá de fermento e raspa de baunilha (opcional). envolva bem sem bater. cubra o recipiente com película aderente e leve a refrigerar por cerca de 4 horas.

com a ajuda de uma colher de sobremesa retire um pedaço da massa e faça pequenas bolas (um pouco maior que um brigadeiro) e polvilhe com açúcar em pó. leve ao forno cerca de 15 minutos ou até o açúcar abrir umas fendas no topo da bolacha.

o frasco que estava a pouco mais de meio, está agora a pouco menos de metade.

as receitas que vou colocando aqui, na sua origem não são minhas, mas muitas são experiências como o caso das bolachas de arando, que originalmente são feitas com nozes pecan e mirtilhos. O que quero experimentar encontra-se aqui, para quem se quiser adiantar

terça-feira, 22 de outubro de 2013

nozes e arandos vermelhos




a nostalgia do outono devolve-me à cozinha e percebi que o último post tem quase um ano.

ontem a casa encheu-se de nozes e para celebrar a oferta fiz estas bolachas com arandos vermelhos e nozes, claro.

a receita original é com nozes pecan e mirtilhos, mas esta combinação resulta muitissimo bem.

Junte 110gr de manteiga, com 140 de açúcar amarelo e bata até obter uma mistura cremosa. Adicione-lhe um ovo, 1 colher de sopa de xarope de açúcar e um pouco de vagem de baunilha. Volte a bater. Envolva agora 200gr de farinha sem fermento e meia colher de chá de fermento em pó. Por último, as nozes e os arandos.
Enrole em película aderente (salame) e leve ao frigorífico cerca de 1 hora. Corte em fatias com mais ou menos 1 cm  e leve ao forno (pré-aquecido a 170ºC) cerca de 20 a 25m.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

tartes

o inverno devolve à cozinha o gosto  pelos frutos secos e as tartes são uma boa opção em dias que se querem de conforto.

sem grande ciência, visto que usei massa folhada fresca, já preparada, restava a preparação da cobertura.

Como base fiz um polme de maçã reineta, -do francês reinette, reine (rainha) + ette (sufixo diminutivo), - que se trata de uma maçã de outono, perfumada e ligeiramente mais ácida. Geralmente é ela a rainha da tarte, mas como era um bocado farinhenta usei-a no polme com um pouco de açúcar amarelo e canela.
Quartos de marmelo, nozes, uvas passas, alperces e amêndoas laminadas enriqueceram a tarte (pode ser feito com os frutos que se quiser) Na hora de servir foi polvilhada com mais canela e romã

sábado, 10 de novembro de 2012

ingredientes | amêndoas inteiras peladas ou com casca (dependendo do gosto), 2 colheres de azeite, 1 colher de tomilho fresco, sal e pimenta qb.

numa frigideira salteiam-se as amêndoas no azeite até ganharem um tom dourado. apaga-se o lume e junta-se de imediato o tomilho, o sal e a pimenta moída na hora.

deixar arrefecer numa assadeira. guardar numa caixa hermética. mantém-se crocantes por duas semanas. claro se chegarem até lá

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

bolachas de parmesão



120 gr de manteiga | 80 gr de queijo parmesão | 220 gr de farinha | colher de chá de sal | 5o ml água | sementes de papoila e sésamo qb | 1 ovo |

misturar a manteiga, farinha, sal e o parmesão ralado obtendo uma mistura esfarelada. adicionar água até formar uma bola que se solte da tigela. enrolar em película em forma de cilindro e  refrigerar por 10 minutos. pincelar com o ovo previamente batido para agarrar as sementes. refrigerar por cerca de meia hora. cortar em fatias com cerca de 4mm e levar ao forno até estarem douradas 

terça-feira, 16 de outubro de 2012

focaccia

ingredientes: 600gr de farinha de trigo | 300 ml de água morna | 15 gr de fermento biológico | 1 colher de chá de sal | 2 alhos picados | 1 fio de azeite.

Voltei a usar a máquina de fazer pão só mesmo para amassar. Juntar todos os ingredientes (cerca de 1H30). estender numa superfície enfarinhada e colocar num tabuleiro. dispor algumas azeitonas e deixar repousar por mais 1H00.
Polvilhar com tomilho e umas pedrinhas de sal marinho.
Vai ao forno por cerca de 30 minutos.
A próxima vou fazer com alecrim e tomate cereja

terça-feira, 2 de outubro de 2012

salada com figos e quinoa

já cheira a outono e os figos despedem-se para dar tempo a novos sabores.

ingredientes | alface | rúcula | tomate cereja | queijo feta | figos e quinoa

domingo, 30 de setembro de 2012

pães de leite

apesar de ser filha de uma pasteleir que com orgulho contava não poder ter sido pasteleira de primeira, porque naquela altura as mulheres não tinham o direito a essa categoria, a verdade é que nenhuma de nós aprendeu a fazer coisas que acabou por levar consigo. hoje arrependo-me com o mesmo sabor doce com que a recordo.
os pães de leite eram feitos em casa em duas ou três fornadas que rapidamente desapareciam.
ao longo destes anos não me aventurei a experimentar até há pouco tempo me terem questionado sobre comprar pães de leite e, que de pão de leite só têm o nome.

ingredientes | 350 ml de leite morno | 15 gr de fermento de padeiro | 2 ovos batidos | 2 colheres de sopa de cérelac | 8 colheres de sopa de açúcar | 1 colher de chá de sal | 700 gr de farinha de trigo

eu utilizei a máquina de pão para amassar (1h30). depois das bolas feitas e pinceladas com gema de ovo ainda ficaram a levedar mais 45 minutos. 20 a 25 minutos de forno pré-aquecido a 180ºC

a receita veio daqui

terça-feira, 25 de setembro de 2012

panna cota

a receita desta panna cota é em especial para a S.
eu teria preferido fazer para esta combinação com figo uma versão em que a panna cota leva, natas, leite e queijo creme, mas fica aqui a versão original.

400 ml de natas | 30 gr de açúcar | 1 vagem de baunilha | 3 folhas de gelatina.

começa-se por ferver as natas com o açúcar e a vagem de baunilha cortada ao meio. quando começar a ferver desliga-se e deixa-se repousar meia hora. à parte demolha-se as folhas de gelatina em água fria. passado o tempo recomendado deixa-se novamente as natas levantarem fervura e assim que estiver desliga-se o lume e junta-se a gelatina previamente escorrida. juntar com uma colher de varas. deita-se em formas de solicone ou taças e deixa-se no frigorifico pelo menos três horas.
optei pelo figo por ser altura dele e como o doce é caseiro juntei numa sobremesa o que mais gosto. pode-se fazer com frutos vermelhos que lhe confere uma acidez bastante agradável em contraste com o doce da panna cota

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

palmiers de pesto


uma entrada que é uma espécie de coração na boca.
rechear a massa folhada (de compra) com pesto fresco (receita aqui), enrolar um lado até meio e repetir com o outro. cortar em fatias. levar ao forno até alourar. deixe arrefecer

domingo, 23 de setembro de 2012

tomate cereja salteado


outra solução e bastante agradável ao paladar, sendo um bom recurso quando a pele do tomate já não está tão bonita.
Numa frigideira colocar uma boa porção de azeite e alho partido em pedaços muito pequenos. deixar fritar um pouco, sem deixar queimar o alho. Junte o tomate, as ervas e salteie até o tomate abrir a pele. apague o lume e junte as azeitonas cortadas em rodelas e o queijo. sirva com pão torrado.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

bruschetta ou uma espécie de


sem grande ciência este antepasto italiano revela-se nos sabores conferidos pelos ingredientes.

torra-se ligeiramente o pão e esfrega-se o alho enquanto está quente. rega-se com azeite e dispõem-se os tomates cortados e pelados (neste caso por serem muito pequeninos e biológicos optei por saltar este passo). Um pouco de queijo e forno até derreter. Finaliza-se com umas folhas de mangericão fresco de preferência ccolhidas na altura. Pode-se regar com um pouco mais de azeite.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

pão com tudo



talvez a parte mais complicada desta receita seja mesmo reunir os ingredientes. a melhor solução é fazer uma lista e dispor todos eles em cima da bancada de trabalho porque o resto como diz a gíria, é canja.

ingredientes | 1 chávena de farinha de trigo | 1 chávena de farinha de trigo integral | 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio | 1/2 colher de chá de sal | 2 chávenas de natas (400 ml) | 1/4 de açúcar mascavado | 1/4 de mel | 1/2 chávena de sementes de abóbora | 1/4 de sementes de linhaça | 1/4 de sementes de sésamo | 1 colher de folhas de alecrim fresco picado | 1/2 chávena de avelãs partidas ao meio | 1 chávena de passas e groselha em passa (pode levar também figo seco cortado aos pedaços ou damascos).
Envolver todos os ingredientes numa tigela e verter para uma forma tipo bolo inglês. (untar a forma previamente). levar ao forno a 300º ou no máximo da potência até alourar, mas ao toque estar macio.
Deixar arrefecer e congelar um pouco para se poder cortar fatias finas. Finalizar tostando por mais 10/15 minutos no forno à temperatura máxima.
Sirva com queijos ou simples.

a receita original encontra-se aqui